Como entender a linguagem dos filhos jovens influenciados pelo mundo?

27 FEV 2018
27 de Fevereiro de 2018
Houve um tempo em que a nossa linguagem era mais inteligível e a nossa comunicação, mais versátil e mais padronizada, permitindo-nos uma melhor harmonia no relacionamento entre pais e filhos e toda a família. Infelizmente, tudo mudou e exatamente no mundo da comunicação.

Nova ideias, novas invenções de moda, novos conceitos, novos caminhos improvisados pela insanidade humana. Lamentavelmente caminhos forjados por pessoas influentes na sociedade, que passam por situações frustrantes, traumáticas e que por sua vez, absorvem informações da vida de um modo muito diferente do normal e, acabam extravasando seus desabafos e fazendo com que pessoas com semelhantes situações, absorvam suas novas ideias e visões da vida por ângulos bem diferente da sociedade tradicional, de um padrão sociável e de comportamento ético das boas relações humanas.

Triste, mas tudo mudou, pois parece que a juventude moderna tem o seguinte pensamento: “Hei pouco importa o que pensam ou deixem de pensar, eu sei das coisas, não aceito o mundo tradicional como ele é, não aceito os conceitos como eles são, eu crio e dito as regras, quero o mundo do meu jeito e quero o meu jeito como esse novo mundo, quero pichar com os meus grafites coloridos, quero assinar os prédios com a minha marca, quero ferir o meu corpo com os pircings mas estranhos e macabros que existem, quero fazer muitas tatuagens, quero chamar atenção, quero ser diferente, quero zuar, quero incomodar e não quero saber das consequências, pois dane-se o futuro!” Sim, parece que a juventude está querendo nos dizer isso. O pior é que estamos ocupados com uma série de bagunça que está crescente em nosso país. Estamos ocupados limpando as sujeiras e consertando os estragos, não feitos por eles, mas eles também são vítimas de todo esse desarranjo social, pelo excesso de sujeiras diabólicas que adentrou no mundo exatamente por ideologias sem noção de valores e por homens insanos sem noção do caminho e da real importância do ser humano.

Nossa história, nossa cultura está sendo sabotada cada vez mais por nós mesmos, por não termos a devida sabedoria de ajudar os nossos filhos a nos ouvir, tão pouco, de termos a paciência de ouvi-los e educá-los com inspiração do manual da vida, que é a Bíblia sagrada.

Sejamos sensatos, pois mais do que nunca, o mundo se transformou em um labirinto sem saída e que se faz necessário a humanidade olhar para cima e ter um urgente encontro com Deus, pois quanto mais caminharmos por várias direções em busca de respostas, mais ainda corremos o risco de nos perdermos, é por isso que o apóstolo Tiago nos instrui a obtermos a sabedoria do alto: 
Mas a sabedoria que do alto vem é, primeiramente pura, depois pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade, e sem hipocrisia. Ora, o fruto da justiça semeia-se na paz, para os que exercitam a paz. (Tiago 3:17,18)

O mundo precisa de Deus e o próprio Deus, através do profeta Isaias faz o convite universal para que ninguém se perca em suas imaginações e visões improvisadas, está escrito: “Olhai para mim, e sereis salvos, vós, todos os termos da terra; porque eu sou Deus, e não há outro”. (Isaías 45:22)
Enfim nossa casa precisa ser regida pela sabedoria do alto, olhemos para Deus e cuidemos dos nossos jovens com amor, pois o amor é paciente.

Cultura Cristã – Pr. Aroaldo de Oliveira
Voltar

Entre em contato

22) 99839-3130 | 98201-8137  - contato@culturacrista.com.br