O que de fato o mundo atual precisa, da inteligência humana ou da sabedoria do alto?

30 OUT 2017
30 de Outubro de 2017

Mas a sabedoria que do alto vem é, primeiramente pura, depois pacífica, moderada, tratável, cheia de misericórdia e de bons frutos, sem parcialidade, e sem hipocrisia. Tiago 3:17

Onde está o sábio? Onde está o escriba? Onde está o inquiridor deste século? Porventura não tornou Deus louca a sabedoria deste mundo? 1 Coríntios 1:20

Diante de um quadro tão enigmático, tomado por comportamentos tão complexos da humanidade, acabamos tomando um rumo de questionamentos sobre todo esse desvio acelerado, quanto ao abandono das tradições, dos bons costumes e das coisas normais, próprias do ser humano normal. Se essas mudanças quanto aos desvios do padrão social e procedimentos estranhos, não te assustam mais, cuidado para que não estejas conformado com a secularidade e associado ao mundo. O apóstolo Tiago alertou aos cristãos dizendo: ... não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus. Tiago 4:4.

Quem são hoje, os pensantes e psicologicamente saudáveis? Quem são os conservadores, os tradicionais, os que não violam as regras, os que resistem aos desvios de condutas e os que são chamados de fundamentalistas? Na verdade, tanto o fundamentalista, que defende com firmeza, sua doutrina cristã e regras de fé com muita integridade, como também os que não professam a fé cristã e não são religiosos, resiste a corrupção do gênero humano, a agressão contra o próprio corpo, a decadência moral da sociedade, a corrupção e a injustiça social. É uma questão de lucidez, sensatez e consciência.

O que na verdade está acontecendo, é que estamos divididos entre opiniões dos que se deixam perverter com a influência da mídia, como também, por essas ideologias diabólicas e danosas, que corrompem o comportamento moral e cauterizam a consciência. Os tais que se deixam ser manipulados sutilmente com novas ideias, fomentadas como modernistas, se defendem com base em tais argumentos de que, o que vale são as propostas do que está na moda, como quem diz: Vale é a onda do momento e cada um escolhe ser e fazer o que quer e temos que respeitar... E exatamente com essa ideia focada pela mídia indutiva, as forças das trevas, contrárias aos princípios de Deus, ganham condições para sabotar os bons costumes da criatura que fora criada a imagem e semelhança de Deus.

Existem três principais objetivos, pois as intenções são: 

Primeiro - Invalidar as leis de Deus, incutindo na mentalidade do homem que, ele é livre para estabelecer suas próprias regras e escolhas; que pode fazer o que quiser com o seu corpo e que suas opiniões não podem ser confrontadas; 

SegundoConfrontar a Deus, Satanás quer perturbar e confundir a real identidade sexual das crianças e adolescentes, usa dessa deformidade para aborrecer o Altíssimo e afastar o ser humano de Deus.. Está escrito: Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos.

E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis. Por isso também Deus os entregou às concupiscências de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si; pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém.

Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza. Romanos 1:22-26

Obs. O afastamento vem pela cauterização da consciência, fazendo o homem invalidar a renúncia reivindicada por Jesus.

Terceiro objetivo é revelar-se ao mundo, o adversário já começou a manifestar o espírito do anticristo ao mundo e a dominar as mentes humanas. Antes o que era sutil, já não é mais, pois o mal faz questão de dizer: já estou assumindo o controle... Está escrito: Filhinhos, é já a última hora; e, como ouvistes que vem o anticristo, também agora muitos se têm feito anticristos, por onde conhecemos que é já a última hora. 1 João 2:18

Pr. Aroaldo de Oliveira

Voltar